Audiência Pública promovida pela Assistência Social fez um alerta pelo fim da violência contra a mulher

Quarta, 29 de Novembro de 2017

Secretaria de Assistência Social

Levantar a bandeira do combate à violência contra a mulher, chamando a sociedade para uma ampla discussão. Com esse objetivo, a Prefeitura de Itambé, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, promoveu na última terça-feira (28), na Câmara Municipal, uma Audiência Pública que envolveu a participação da comunidade e de representantes do poder público.

 

Entre os presentes estava o prefeito, Eduardo Gama; os vereadores Aju Moreira, Carlos Andrade, Paulo Rucas e Daniel Silva; a secretária de Assistência Social, Norma Gama; a delegada de Polícia Civil de Vitória da Conquista, Rosilene Moreira; o representante das igrejas evangélicas, Pastor Firmino Júnior; além de coordenadores municipais e equipe da Secretaria de Assistência Social.

 

A Audiência foi iniciada com os pronunciamentos do pastor Firmino Júnior. Em seguida, as autoridades destacaram de forma unânime o papel da sociedade no combate à violência contra a mulher e mencionariam a importância de fortalecer as discussões.

 

Um dos momentos mais aguardados da programação foi a palestra da Delegada Rosilene Moreira. Durante a apresentação, a palestrante alertou sobre os diferentes tipos de abuso sofrido pelas mulheres; falou sobre os caminhos para realizar a denúncia; os avanços e desafios da Lei Maria da Penha; além das medidas protetivas que garantem a segurança das vítimas.

 

Após a explanação, foi exibido um vídeo informativo e, em seguida, realizada uma apresentação cultural com a Rede Missionária de Mulheres da Igreja Batista Nacional Sinai. Ainda na programação, a psicológica Mariana Agra apresentou importantes informações sobre os serviços oferecidos na Proteção Social Especial do Município através do CREAS.

 

Durante a audiência, a secretária de Assistência Social, Norma Gama, destacou o papel que a Assistência Social tem na busca e garantia da proteção das mulheres. “Estamos sempre procurando fortalecer a nossa rede de proteção e, é justamente por isso, que estamos hoje promovendo este debate e trazendo informações para enriquecer o nosso trabalho junto ao público que, infelizmente, sofre com a violação de direitos”, ressaltou.

 

Para o prefeito Eduardo Gama, é necessário provocar uma constante  reflexão e conscientizar a sociedade sobre a não violência. "Hoje existem muitos meios e ferramentas de proteção. Assim, precisamos estar divulgando-as cada vez mais junto à comunidade, com o objetivo de evitar que o silêncio alimente a violência", pontuou o prefeito.

 

A Audiência Pública promovida pela Assistência Social foi uma forma de lembrar o Dia Internacional pelo Fim da Violência Contra a Mulher. Essa data foi criada em 1999 pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) em homenagem às irmãs Pátria, Minerva e Maria Teresa, militantes conhecidas como “Las mariposas”, que lutavam contra a ditadura na República Dominicana e foram assassinadas em 1960. A data foi criada com o objetivo de expandir e aprofundar o debate sobre a violência contra as mulheres, visando a sua eliminação.


ASCOM/PMI


Últimas Notícias