Em seminário promovido VSBA, Assistência Social de Itambé reforça compromisso com a primeira infância

Segunda, 11 de Dezembro de 2017

Secretaria de Assistência Social

Comprometido com as ações voltadas à primeira infância, o município de Itambé atendeu ao chamado das Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA) e marcou presença no 1º Seminário Estadual Mais Infância, realizado na última semana na capital baiana.

 

O município esteve representando pela secretária de Assistência Social Norma Gama e pela psicóloga Mariana Agra que, unidas a secretários, prefeitos, educadores e professores de toda Bahia, discutiram a ampliação e fortalecimento de políticas públicas direcionadas à primeira infância no estado.

 

O evento foi aberto pela primeira-dama do Estado e presidente das Voluntárias Sociais, Aline Peixoto, e contou também com a participação do Governador Rui Costa que, após as apresentações, assinou a Carta pela Infância Baiana, um documento que resumiu as discussões e reflexões tratadas durante o evento.

 

A secretária Norma Gama afirmou que o seminário levantou importantes temas e, na oportunidade, elogiou a iniciativa da primeira-dama do estado, cujo trabalho desenvolvido vem propondo um amplo movimento pelo voluntariado em toda Bahia. “Foi uma grande oportunidade para Itambé, principalmente por ampliarmos o contato com a primeira-dama, que se mostrou interessada em ajudar os municípios com ações voltadas às famílias em vulnerabilidade”, afirmou Norma.

 

Ao longo de todo o dia, palestrantes abordam o tema da infância em diversas vertentes. Entre os convidados estavam as professoras Maria Thereza Marcílio, representante da Rede Nacional Primeira Infância, e Tânia Zagury, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e membro da Academia de Letras Carioca, além de autora de diversos livros sobre educação e comportamento de pais e educadores.

 

O Mais Infância foi idealizado por Aline Peixoto com o objetivo de realizar um conjunto de ações voltadas a melhorar e promover a integração e socialização das crianças de 0 a 5 anos atendidas pelas 200 creches-escolas comunitárias de Salvador. As ações também envolvem a qualificação profissional dos professores e gestores, reforma física de creches, visita e acompanhamento pedagógico, e realização de circuitos culturais com as crianças atendidas pelas entidades.

 

 


ASCOM/PMI


Últimas Notícias