Itambé cumpre o novo Piso Nacional do Magistério e dá exemplo de valorização dos professores

Sábado, 10 de Fevereiro de 2018

Educação

 

Enquanto cerca da metade das prefeituras baianas declararam que não vão conseguir pagar o novo Piso Salarial Nacional do Magistério, o Município de Itambé dá um exemplo de compromisso com o ensino público ao fixar, já na folha de janeiro, o reajuste 6,81% determinado pelo Ministério da Educação. O pagamento foi realizado pela Prefeitura juntamente com o terço de férias.

 

O reajuste segue as regras da Lei 11.738/2008, a chamada Lei do Piso, que garante atualização anual do salário-base dos professores de todo o Brasil, lei que vinha sendo descumprida em Itambé desde 2014 e que acarretou sérios prejuízos à categoria.

 

De acordo com a Secretária, Alecciene Chaves Gusmão, desde que assumiu a pasta da Educação, tem trabalhado para elevar o nível da educação municipal, começando pela valorização  dos profissionais.

 

A secretária vem reconhecendo e  honrando com os direitos da categoria, a exemplo ainda do pagamento dos 7% que fechava o adicional conquistado com o sancionamento da  lei do plano de Carreira Cargos e Salários do pessoal não docente, chamado dos 40, esperado desde 2013. Diante destes avanços, a secretária tem encontrado no prefeito Eduardo Gama o apoio necessário, que nada mais é que o respeito ao funcionalismo.

 

“Conseguimos, mesmo num ano de dificuldades, pagar o reajuste do piso de 2017 e já iniciamos o ano de 2018 da mesma forma, pagando para todos os níveis este reajuste”, comemorou a secretária, completando: “Digo ‘para todos’, porque em anos anteriores o gestor pagava apenas aos professores de nível médio e defasava o salário dos professores dos outros níveis, desprezando anos de estudos”.

 

Para o prefeito Eduardo Gama, este é o reflexo do cuidado que a gestão municipal tem apresentado constantemente aos profissionais da Educação.  “Para a nossa administração é um conquista valiosa, afinal Itambé é um dos poucos municípios da região a repassar os novos valores para os professores. Não tenho dúvidas de que ainda vamos conquistar muito mais”, afirmou Eduardo.

 

ASCOM/PMI





Últimas Notícias