Acessibilidade logo

Acessibilidade

bat-papo

Fale com a Prefeitura

  • *Campos obrigatórios
  • Ao iniciar um contato, você concorda com a Política de privacidade

  • ...Ou se preferir

  • Ligue para nós

    (77) 3432-1112

  • Ou seja atendido presencialmente

    Segunda a sexta-feira, das 08h às 12h e das 14h às 18h.

    Praça Osório Ferraz, Nº 01 - Centro

  • Outros meios de contato

Em conformidade com:

Assistência Social
Itambé realiza ampla campanha de conscientização alusiva ao 18 de Maio
13/05/2022

Em alusão ao 18 de Maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, a Prefeitura de Itambé, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, estará promovendo uma grande campanha de conscientização.

 

O objetivo será sensibilizar e convocar toda a sociedade para participar da luta em defesa dos direitos da infância e da adolescência. A programação foi iniciada hoje com palestras nas escolas municipais, na próxima segunda-feira (16), com uma entrevista na Rádio Luz FM, às 11h30, onde os organizadores estarão apresentando a campanha. A ação segue no dia 17, às 9h00, no distrito de São José do Colônia.

 

No dia 18 de Maio, Dia D de mobilização, às 9h00, toda equipe da Secretaria de Assistência Social estará envolvida em uma grande caminhada com panfletagem pelas principais ruas da cidade. No dia 19, às 9h00, a programação será realizada no distrito de Catolezinho.

 

Finalizando a campanha, no dia 25 de maio, será promovida uma audiência pública na Câmara Municipal de Vereadores, às 9h00, com a presença de representantes do poder público, da sociedade civil e de diversos órgãos de proteção aos direitos das crianças e dos adolescentes.

 

A Campanha é uma iniciativa da Prefeitura de Itambé, por meio da Secretaria de Assistência Social, sob a organização da Proteção Social Especial (PSE). A programação ainda conta com o apoio da Proteção Social Básica (PSB), Secretarias Municipais, Conselho Tutelar, CMDCA, CREAS, Guarda Municipal, Polícia Civil, Polícia Militar, Vara da Infância, Ministério Público, instituições religiosas e grupos culturais.

 

Sobre o 18 de maio 

No dia 18 de maio de 1973, uma menina de 8 anos, chamada Araceli, foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada no Espírito Santo. Seu corpo apareceu seis dias depois, carbonizado e os seus agressores, jovens de classe média alta, nunca foram punidos.

 

A data ficou instituída como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes” a partir da aprovação da Lei Federal nº. 9.970/2000, que busca manter viva a memória nacional, reafirmando a responsabilidade da sociedade brasileira em garantir os direitos de todas as suas “Aracelis”.



Autor: ASCOM/PMI