ITAMBÉ SE PREPARA PARA A CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA O SARAMPO E A PARALISIA INFANTIL

Quinta, 19 de Julho de 2018

Secretaria Municipal de Saúde

A Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo e a poliomielite (paralisia infantil) já tem data para começar. De 6 a 31 de agosto, a Secretaria de Saúde de Itambé estará mobilizada, através de suas equipes de saúde, para vacinar a população contra as duas doenças.

 

Segundo o Ministério da Saúde, crianças devem ser levadas ao serviço de saúde mesmo que já tenham sido vacinadas anteriormente.

 

A primeira dose da vacina deve ser tomada aos 12 meses; a segunda, entre 4 e 6 anos de idade - ou até os 29 anos, caso a pessoa tenha pulado o reforço (confira a caderneta de vacinação). Dos 29 aos 49, a dose é única.

 

A partir dos 50 anos, o Ministério da Saúde considera que a pessoa já foi exposta ao vírus. Se você tem dúvida se está imunizado ou não, os especialistas indicam tomar de novo. 

 

Não podem tomar a vacina: grávidas, crianças com menos de 6 meses, pacientes imunodeprimidos e pessoas com suspeita de estarem infectadas.

 

 

A volta do sarampo

 

O país enfrenta atualmente dois surtos de sarampo: um em Roraima e outro no Amazonas, onde foram confirmados 200 e 265 casos, respectivamente. Diagnósticos isolados também foram feitos em São Paulo, Rio Grande do Sul e Rondônia. Outros estados, como o Rio de Janeiro, têm casos suspeitos, mas que ainda não foram confirmados. 

 

Em 2016, o país havia sido considerado livre da doença. Segundo o Ministério da Saúde, medidas de controle e prevenção já estão sendo realizadas nos estados com quadros mais críticos, na tentativa de manter o título de eliminação da circulação do vírus do sarampo emitido pela Organização Pan-Americana de Saúde. 

 

O sarampo é uma doença infecciosa causada pelo Morbili vírus e transmitida por meio da tosse ou de espirros de pessoas contaminadas. Os principais sintomas são febre, tosse e manchas pelo corpo  A vacinação é a melhor maneira de proteger seu filho contra a doença. A vacina tríplice viral - que protege contra sarampo, caxumba e rubéola - é oferecida gratuitamente pelo SUS, em esquema de dose única, a partir dos 12 meses de idade.

 

ASCOM/PMI





Últimas Notícias