Acessibilidade logo

Acessibilidade

bat-papo

Fale com a Prefeitura

  • *Campos obrigatórios
  • Ao iniciar um contato, você concorda com a Política de privacidade

  • ...Ou se preferir

  • Ligue para nós

    (77) 3432-1112

  • Ou seja atendido presencialmente

    Segunda a sexta-feira, das 07:00 às 13:00 horas.

    Praça Osório Ferraz, Nº 01 - Centro

  • Outros meios de contato

Em conformidade com:

Secretaria de Assistência Social
Município de Itambé nomeia nova mesa diretora do CMDCA para o biênio 2021–2022
01/03/2021

Por meio do Decreto n° 122, de 18 de fevereiro de 2021, publicado na última sexta-feira (26), o prefeito municipal Candinho Araújo nomeou os membros titulares e suplentes para compor o Conselho Municipal dos Diretos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e sua mesa diretora, Biênio 2021–2022.

 

De acordo com o decreto, para fazer parte da nova mesa diretora foi nomeado como presidente, Daniel Cardoso Vilarinho (sociedade civil); vice-presidente, Francisco Lopes Rodrigues Júnior (governo); e secretário executivo, Caio Silva Lima (Governo).

 

Conforme a publicação, entre os membros do poder público, foram nomeados os representantes da Secretaria Municipal de Assistência Social, Francisco Lopes Rodrigues Júnior (titular) e Caio Silva Lima (suplente); a representante da Secretaria Municipal de Educação, Gina Cléia Contídio Costa de Sá Muniz; a representante da Secretaria Municipal de Saúde, Ana Clara Mota Avelar; e o representante da Secretaria Municipal de Administração, Renildo Silva de Oliveira.

 

Para compor a representação da sociedade civil, foi nomeada a representante da Pastoral da Criança, Celina Oliveira; o representante da Organização Pedra Afiada, Daniel Cardoso Vilarinho; os representantes do Projeto Educação Batista El-Shalom, Joel da Silva Santos (titular) e Jamilton Santos Chaves (suplente).

 

O CMDCA é um órgão colegiado, de caráter deliberativo, controlador das políticas públicas municipais voltadas à infância e à adolescência, tendo como objetivo propor, refletir e debater qualquer questão sobre direitos humanos de crianças e adolescentes.



Autor: ASCOM/PMI