Para ampliar a capacidade de arrecadação, Prefeitura realiza curso sobre cobrança de ISS em instituições financeiras

Quinta, 09 de Novembro de 2017

Finanças

       Com o objetivo de ampliar a capacidade de arrecadação do Município, a Prefeitura Municipal de Itambé realizou na última quarta-feira (08) um Curso de Auditoria Fiscal para Cobrança do ISSQN sobre os serviços prestados por Instituições Financeiras.

       O treinamento ocorreu no auditório da Prefeitura e contou com a participação de secretários municipais, diretores e funcionários ligados à Secretaria Municipal de Finanças e Gestão Orçamentária, através dos Departamentos de Tributos e de Contabilidade, e da Assessoria Jurídica do Município.

      O curso teve uma carga horária de oito horas e foi ministrado pela consultora em Gestão Tributária, Giselly Manso. Os temas abordados foram: “Conceitos e características do Sistema Financeiro Nacional”, “A tributação do ISSQN e os serviços prestados pelas instituições financeiras”, “Plano contábil das instituições do Sistema Financeiro Nacional”, “A Matéria Tributada pelo ISS”, “Procedimento de Fiscalização do ISSQN com práticas baseadas em Estratégicas de Inteligência Fiscal” e “Instituição de Declaração Eletrônica de contas tributáveis”.

      De acordo com o diretor de Tributos Municipais, Jaime Carlos Moreira, o objetivo principal foi promover a pesquisa e o desenvolvimento institucional para dinamizar a estrutura de gestão e cobrança de receita tributária municipal. “Após participar deste curso, a nossa equipe encontra-se preparada para fortalecer os trabalhos do Setor, visando sobretudo o incremento da Receita Própria”, ressaltou Jaime.

     Conforme o prefeito municipal Eduardo Gama, esse treinamento faz parte da proposta da atual gestão municipal em promover o aumento da capacidade de arrecadação do município. “Nesse momento de crise, é importante ter uma orientação que nos permita incrementar a arrecadação, o que é fundamental para uma boa gestão”, afirmou o prefeito, acrescentando: “Com um aumento na nossa arrecadação poderemos, consequentemente, investir ainda mais em obras e benefícios para a nossa cidade”.


ASCOM/PMI


Últimas Notícias